- A primeira vista, o descompasso do mundo. Descompasso em relação ao tempo e a forma atropelada que vivemos atualmente. A falta de tempo para realizar todas as atividades programadas, cada vez mais, torna as pessoas mais estressadas e impacientes com o mundo e com as com as pessoas que se relacionam. Dentro desse contexto, esses indivíduos deixam de notar objetos e situações que proporcionam emoção e sentimentos totalmente distantes dos que estão acostumados a sentir no dia a dia. Sendo assim, por também fazer parte desse universo, senti a necessidade de inserir na rotina dessas pessoas, objetos de moda que provocassem um respiro e um resgate aos sentimentos como calma, leveza e serenidade, gerando uma nova percepção do dia a dia. Acredito que a mudança individual traz a transformação coletiva, evidenciando que a qualidade de vida é determinada por nós mesmos. -

sem título

s  e  m   t  í  t  u  l  o

c r i a ç ã o  d o  p r o j e t o  d e  c o n c e i t u a l  •

Para transformar os desenhos em roupas, foi preciso entender como cada mancha, cor e forma poderia aparecer na superfície têxtil. No processo foi necessário realizar diversas experimentações de modelagens e intervenções manuais nos tecidos.

 

Cada desenho ao lado originou um conjunto de peças. O desenho 1 corresponde ao primeiro look e assim por diante.

d e s e n v o l v i m e n t o  d a  c o l e ç ã o  •

f o t o g r a f i a  •